Menu

Análise – Need for Speed: Heat

Need for Speed Heat é o 24º título da série e foi lançado agora, 25 anos depois do primeiro. A série está melhor que nunca e volta com o mapa open-world de Palm City, uma cidade inspirada nas paisagens tropicais de Miami.

A novidade em Need for Speed Heat, à diferença de Payback em que operavam ciclos de 24h, é o ciclo dia/noite. É selecionado pelo jogador e permite diferentes tipos de missões.  Durante o dia há as corridas legais, com as quais se ganha bank (dinheiro) para investir em veículos e acessórios. Por outro lado, à noite sucedem as corridas ilegais, onde se ganha reputation points, que desbloqueiam carros e melhoramentos. Há ainda aqui a possibilidade de se ser surpreendido pela força policial, que poderá interromper a corrida, adicionando uma pitada extra de adrenalina ao jogo. O carro tem HP e vai perdendo pontos durante as investidas dos carros da polícia. Ou conseguimos escapar devidamente ou o carro é destruído. No caso de sermos apanhados, podemos por vezes recorrer a suborno, mas o que costuma acontecer é a perda de rep.

Tanto personagens como carros são altamente customizáveis. As personagens são escolhidas de entre uma lista previamente concebida, podendo alterar-se roupas e acessórios que podem ser comprados mais tarde com bank. É possível alterar a personagem escolhida em qualquer altura do jogo, através da garagem.

Em relação aos carros, embora haja poucas opções no início do jogo, rapidamente se desbloqueiam mais automóveis e partes à medida que se progride na história.

No início apenas está desbloqueado o Modo Solo (história), que começa em plena ação, atirando-nos para o meio de uma perseguição de cortar a respiração, com personagens realistas e algo cativantes. A narrativa no geral não é extraordinária, nem tão-pouco o foco principal dos títulos da série, mas tem impacto na forma como incentiva e harmoniza a progressão no jogo, através de missões e aquisição de pontos. Outro ponto positivo são as recompensas e colecionáveis que estimulam a navegação pelo mapa.

Existe também um Modo Online, desbloqueável após algumas missões, que confere longevidade ao título.  Oferece o mesmo mapa da carreira em salas que possibilitam corridas e interação com amigos ou outros jogadores da comunidade.

A Ghost Games lançou ainda a aplicação NFS Heat Studio, para iOS e Android, na qual se podem criar e partilhar viaturas.

A condução por si também é bastante realista; os comandos não são difíceis, mas requerem agilidade e prática para entrar na dinâmica, nomeadamente no ajuste da direção na execução do drift.

É importante ter um carro que se adeque ao estilo da pista e corrida, (i.e, alcatrão ou terra); desta forma o sistema de upgrades dos veículos permite que os carros que já adquiridos sejam melhorados com peças que ajustem as stats às condições que desejamos.

Os gráficos são incríveis, super-realistas a nível de detalhe, desde texturas, a incidência da luz (especialmente quando chove), já para não falar de todos os pormenores dos veículos.  Até as paisagens do jogo são dignas de nota, pela inspiração nas praias de Miami. O ambiente lembrou-me também o antigo Grand Theft Auto: Vice City, mas sem a parte da criminalidade generalizada, uma vez que não há transeuntes no jogo.

Ainda que não seja num estilo que me cative particularmente, a banda sonora, recheada de hip-hop e ritmos latinos, é adequada à atmosfera de Palm City, com o contraste entre as áreas cosmopolitas junto ao mar ou os descampados não muito longe. Conta com artistas como Kendrick Lamar ou Bonobo, e inclui uma música em português, Coisa Boa de Gloria Groove. Além disso, contém temas originais do compositor brasileiro Pedro Bromfman, também conhecido pela banda sonora da série Narcos.

Need for Speed Heat é um arcade racer essencial para amantes de corridas, com muitos km de jogo pela frente. Para quem nunca jogou a série, é uma excelente oportunidade para começar.

Review Overview

Need for Speed Heat é o 24º título da série e foi lançado agora, 25 anos depois do primeiro. A série está melhor que nunca e volta com o mapa open-world de Palm City, uma cidade inspirada nas paisagens tropicais de Miami. A novidade em Need for Speed Heat, à…

Need for Speed: Heat

Jogabilidade - 80%
Gráficos - 93%
Som/Banda Sonora - 68%
Longevidade - 85%

82%

Need for Speed Heat é um arcade racer essencial para amantes de corridas, com muitos km de jogo pela frente. Para quem nunca jogou a série, é uma excelente oportunidade para começar.

User Rating: Be the first one !

Martina Silvestre

O bichinho para os jogos começou desde cedo, com Prince of Persia e os velhinhos arcade. Hoje sou entusiasta da Nintendo, com um lugar especial para RPGs e boas histórias. Ah, e escrevo coisas!

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Recebe todas as novidades do mundo gaming diretamente no teu E-mail

Junta-te a nós no facebook

Segue-nos no Instagram

  • Conta-nos tudo! 🎁

#Gaming #Geek #Games #Xmas #Christmas #Natal #Gifts #Videojogos #Playstation #Nintendo

Vídeo em destaque

Próximos Lançamentos