Menu

Análise – Boomerang X

Boomerang X é um FPS muito diferente do normal. Principalmente porque apesar de ser um FPS, a nossa arma de eleição é…um bumerangue. Mas não é um bumerangue qualquer, pois este tem alguns poderes…do outro mundo. Basicamente, se gostam de FPS arena shooters, Boomerang X poderá ser o vosso novo vício.

Boomerang X não tem propriamente uma história cheia de detalhes que vos vão prender ao ecrã, ou importante até, mas existe uma breve explicação do porquê de estarem a derrotar inimigos, que apenas serve de desculpa para não andarem a chacinar outros seres só porque sim. Sinceramente, tendo em conta o tipo de jogo que é, nem precisa grande história ou até fazer grande sentido, visto que aqui o foco maior está, sem dúvida, na jogabilidade. Tal como referido anteriormente, Boomerang X é um FPS muito diferente do normal, e isso joga muito a seu favor, onde temos várias mecânicas completamente diferentes do normal a funcionarem muito bem no contexto do jogo, como por exemplo usar o bumerangue como forma de transporte em tempo real, podendo mover tão ou mais rápido que muitos jogos FPS frenéticos.

No mesmo momento estão a a chacinar inimigos como no momento a seguir estão por trás de outro inimigo, já preparados para chacinar outro ser. Juntando esta habilidade ao facto de podermos abrandar o tempo, a meio dum salto, e temos aqui uma junção de muitas coisas boas. E a jogabilidade tende a evoluir a cada duas arenas completas, adicionando mais elementos ou técnicas. Após o domínio das mecânicas, a jogabilidade é enganadoramente simples e divertida, mas enganem-se se pensam que vão passar as arenas como se tudo fosse uma brisa, pois o jogo aumenta a dificuldade de arena para arena, e tipos de inimigos, tudo duma forma bem linear mas de forma sucinta. Desde girafas gigantes até OVNI’s, temos todo o tipo de inimigos aqui presentes. Ainda assim, não devem ter grandes dificuldades a passar o jogo até ao fim. Uma alteração que acho que podia jogar muito a favor do jogo, seria podermos reiniciar de forma (quase) instantânea, um pouco como o que aconteceu com Ghostrunner, onde podemos facilmente reiniciar a área onde estávamos e voltar rapidamente à acção.

https://i.imgur.com/OmgRXFe.jpg

O jogo tem um visual e aspecto gráfico muito próprio, que ajuda na velocidade do jogo, pois podemos facilmente identificar inimigos na arquitectura e/ou geografia disponível. Nunca achei que tinha perdido por culpa do jogo, ou o visual do mesmo, e sempre por culpa minha. Tem um visual bastante simples, é verdade, mas penso que tem personalidade suficiente para se distinguir entre os demais, muito pela abordagem “simples, mas muito funcional”, com o seu aspecto à base de pinceladas ásperas. De salientar que em termos de acessibilidade, o jogo tem imensas opções, tornando a vida de quem tem daltonismo, por exemplo, muito mais fácil e poder configurar o visual à sua escolha, e isso é sempre uma grande vantagem para este tipo de jogadores poderem realmente usufruir dos jogos que compram.

A banda sonora é possivelmente o ponto mais fraco do jogo, não por ser má, mas por passar um bocadinho despercebida. Gostava que tivesse, por falta de uma expressão melhor, mais poder e impacto. Esta consegue ser tensa e rápida, principalmente durante os combates mais fervorosos, mas que ainda assim precisava de ser mais “apimentada” e ter mais alguma urgência no arranjo. Já em termos de sound design, temos um cuidado especial em todo o processo de combate, em ter vários sons para cada tipo de acção que realizamos, ainda que deveria haver vários sons para os inimigos na arena, em que por vezes apenas os bosses se destacam em arenas de maior afluência.

A longevidade do jogo é um ponto…diferente. Tecnicamente, o jogo não dura muito. Dependendo do vosso nível de perícia em termos de FPS, deverão levar pouco mais de duas horas a completar o jogo, e se quiserem jogar tudo mas com um nível de dificuldade maior, também podem, além de poderem seleccionar qualquer capítulo e defrontar novamente as arenas mais interessantes /ou difíceis. Mas em termos de conteúdo, é basicamente isso. Não existe muito mais para além destes níveis disponíveis, com vários graus de dificuldade, mas fica-se por aí. A história fica em aberto o suficiente para uma sequela, mas não desbloqueamos nada além do que é desbloqueado durante a jogabilidade. É verdade que acabará por ser um jogo curto, mas muito divertido e interessante em todo o processo de o tentar completar.

Boomerang X é um jogo muito simples, com uma história muito simples, com uma premissa muito simples, com um visual muito simples. Mas o foco principal do jogo, a jogabilidade, começa simples, mas que facilmente agrada aos fãs do género, e ao decorrer do jogo vamos aumentando gradualmente a dificuldade e abrindo o leque de acções e ataques que podemos realizar durante a nossa sessão. É um jogo divertido e que tem uma acção frenética, principalmente com inimigos que invocam novos inimigos ou bosses, e que apenas perde para o facto de demorar algum tempo a retomar à acção. Mas nada que perturbe a experiência final do jogador. Se são fãs do género, é um título bastante recomendado, com a ressalva de que poderá durar pouco. Ainda assim, um título sólido o suficiente para recomendar.

█ F.S.

Análise – Boomerang X

BOOMERANG X está disponível para a Nintendo Switch e no PC via STEAM® e Epic Games Store. Para mais informações, visita o website oficial.

Boomerang X é um FPS muito diferente do normal. Principalmente porque apesar de ser um FPS, a nossa arma de eleição é...um bumerangue. Mas não é um bumerangue qualquer, pois este tem alguns poderes...do outro mundo. Basicamente, se gostam de FPS arena shooters, Boomerang X poderá ser o vosso novo…

Boomerang X (PC)

Jogabilidade - 85%
Gráficos - 84%
Som / Banda Sonora - 77%
Longevidade - 80%

82%

Bom

Boomerang X é um jogo muito simples, com uma história muito simples, com uma premissa muito simples, com um visual muito simples. Mas o foco principal do jogo, a jogabilidade, começa simples, mas que facilmente agrada aos fãs do género, e ao decorrer do jogo vamos aumentando gradualmente a dificuldade e abrindo o leque de acções e ataques que podemos realizar durante a nossa sessão. É um jogo divertido e que tem uma acção frenética, principalmente com inimigos que invocam novos inimigos ou bosses, e que apenas perde para o facto de demorar algum tempo a retomar à acção. Mas nada que perturbe a experiência final do jogador. Se são fãs do género, é um título bastante recomendado, com a ressalva de que poderá durar pouco. Ainda assim, um título sólido o suficiente para recomendar.

User Rating: Be the first one !
Filipe Silva
Aborrece-me:

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Segue-nos no Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

Log in as an administrator and view the Instagram Feed settings page for more details.

Vídeo em destaque

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos