Menu

Análise – OlliOlli World

OlliOlli foi um jogo que apanhou muita gente de surpresa, eu incluído. Um conceito muito simples de jogo sobre skates, que tanto funciona para pessoas relaxadas como mais competitivas. Tem uma fasquia baixa de entrada, mas uma fasquia muito alta de dominar completamente, que é basicamente sempre foi o charme da série. OlliOlli 2: Welcome To Olliwood melhorou tudo, desde a fluidez à jogabilidade, tornando a série umas das mais importantes tanto a nível de jogos de skate, género que estava um pouco adormecido na altura do seu lançamento, como a nível de jogos indies. OlliOlli World promete melhorar e inovar em todos os aspectos, e agora com um apoio maior, o estúdio Roll7 tem tudo para ser bem sucedida.

OlliOlli World é uma sequela muito diferente, pois tanto o mundo, como a apresentação, difere completamente dos títulos anteriores. Ficaram para trás as cores berrantes dos mapas mais comuns, dando oportunidade de experimentar uma terceira dimensão, tal como um estilo e criaturas que espelha o universo de Adventure Time. OlliOlli World permite explorar uma ilha com várias regiões, em que cada uma é “liderada” por um ser fantasticamente bom numa tábua de madeira com rodas. Esta alteração não é apenas para dar uma nova vida ao visual, mas também para dar origem a vários tipos de desafios pelo mundo que exploramos. Como agora temos uma terceira dimensão, é muito mais fácil perceber e encontrar caminhos escondidos ou até mais complicados de dominar, adicionando uma camada de dificuldade para os jogadores experientes se entreterem. A série OlliOlli é muito diferente das outras séries que abordam os jogos sobre skate, pois a precisão e fluidez sempre foram o ponto alto da série, ao lado da dificuldade com que o jogo aumentava gradualmente.

OlliOlli World tenta uma abordagem diferente, tornando a jogabilidade muito mais relaxante de apreciar, não punindo o jogador por não executar as técnicas de forma perfeita. Pelo contrário, recompensa o jogador por saber os detalhes mais intrínsecos da série, sendo que cada truque executado na perfeição aumenta muito o seu valor, principalmente quando temos uma combo extensa de truques perfeitos. Mas se este jogo é mais fácil de começar a jogar, com todas as novidades da jogabilidade, é também o mais difícil, pois é mais difícil de conseguir valores semelhantes a combos de Tony Hawk’s Pro Skater, que facilmente chegam às dezenas de milhões. E é possível ver esta grande alteração nos últimos níveis, onde conseguir encaixar cada truque do nosso arsenal numa combo é imperativo, tal como completar o nível numa só combo. OlliOlli World tem também vários tipos de desafios, como atingir X peluches numa só corrida, atingir um número alto de pontos apenas numa secção do mapa, ultrapassar a pontuação máxima dos heróis locais ou até terminar o nível sem utilizar checkpoints. Sim, porque como agora os níveis são bem maiores do que os outros títulos da série, temos checkpoints que podemos regressar caso a nossa performance não esteja a correr tão bem como queríamos, que também servem de banco de pontos ou objectivos. Mas se ainda assim acham que podiam ter uma performance bem melhor, podem reiniciar o nível muito rapidamente.

https://i.imgur.com/H6d3JuH.png

Os visuais são os melhores da série. Têm uma característica colorida, mas calma, ao mesmo tempo que temos vários tipos de seres a deambular pelo fundo dos nossos mapas, desde abelhas, árvores andantes, passando por gelados ou até extraterrestres. O jogo não se leva muito a sério, mas tenta justificar um pouco como este mundo funciona e existe, mas sempre duma forma relaxada e sem stresses. Agora a nossa personagem é facilmente personalizável e temos muita coisa para utilizar no nosso avatar do jogo. Muitos dos desafios anteriormente referidos desbloqueiam vários tipos de itens, como roupa, tábuas, roletes, calçado, acessórios, fatos, tatuagens, e até máscaras, sendo que tudo isto está espalhado pelo mundo de Radlandia, ao desbloquear níveis ou ultrapassar desafios. Podemos também personalizar o aspecto da personagem, tal como a maneira como utiliza o skate e até como acaba uma corrida ou se comporta online.

Tal como foi também referido anteriormente, os níveis são muito mais detalhados, sendo possível ver estruturas, criaturas ou até o cenário longínquo alterar-se à medida que vamos explorando cada nível. Da mesma forma que é mais detalhado, é também mais diversificado em termos de rotas, sendo possível alternar entre uma rota simples ou uma rota mais complicada, mas mais emocionante. E caso existam personagens, podemos até desbloquear sidequests. Estas sidequests apenas contêm um objectivo final, mas nem sempre são mais fáceis que os níveis comuns. Para além do detalhe e complexidades de cada nível, temos também o tema, que muitas das vezes borda o bizarro e o real, e fluidez dos mapas, que simplesmente é magnifica.

https://i.imgur.com/B5wpiv8.png

Tal como aconteceu nos jogos anteriores, a banda sonora é composta por vários artistas, mas sempre com um tom mais relaxante e mais calmo do que normalmente costumamos encontrar em jogos de skate, deixando de lado as rockalhadas, o mosh e as mensagens anti-sistema, dando lugar a uma perspectiva mais zen e espiritual, explorando os vários conceitos agarrados à criação e o porquê de andar de skate na Radlandia. Assim, também reflectindo essa perspectiva, a banda sonora é maioritariamente composta por lo-fi hip-hop, lo-fi house ou até chillwave, sendo que todos este subgéneros estão todos dentro dum ritmo mais calmo. Apesar de preferir mais o género mais electrizante de outros títulos sobre skate, devo referir que a série OlliOlli sempre soube escolher temas que dão uma personalidade muito diferente mas muito competente ao jogo no que toca à banda sonora, e OlliOlli World não fica, de todo, atrás.

Já os efeitos sonoros, temos um bom aproveitamento de várias texturas desde corrimões, escadas, rampas, passeios, placares, e até cristais, sendo possível distinguir cada tipo de superfície apenas pelo seu som. Temos também o ambiente ao nosso redor, que varia entre cada região, seja florestas, cidades, desertos e outros tipos, temos sempre sons associados a cada tipo de nível, sem que seja encontrar vida de outro planeta numa base situada num deserto supostamente vazio.

Para além de termos um “pseudo-modo” história e explorarmos Radlandia, temos também uma vertente online, que está muito avançada e desenvolvida, sendo possível defrontar vários jogadores online (sendo na verdade as suas pontuações), ao explorarmos níveis gerados aleatoriamente que incorporam vários tipos de acrobacias a que já estamos acostumados, caso já tenhamos completado o jogo principal. Para além disso, temos também a possibilidade de “criar” os nossos níveis e partilhá-los. Bem, criar é uma palavra muito forte, porque na verdade também são gerados automaticamente, mas podemos escolher se são níveis curtos ou mais extensos, qual o fundo da acção e quão difíceis podem ser. E após conseguirmos dominá-los ou adicionar aos favoritos, podemos partilhar com outros jogadores as nossas pontuações e o próprio nível.

Existe aqui várias possibilidades que explorar e criar mais modos online, com vários tipos de corridas. Sem falar no conteúdo que está para vir, OlliOlli World tem uma longevidade dinâmica, no sentido em que é relativamente fácil acabar o jogo principal, mas para acabar todos os desafios e desbloquear todos os itens, será necessário perder um bom bocado de tempo a dominar todos os tipos de técnicas disponíveis, tal como dominar cada mapa e rota, de forma a conseguir acumular todos os desafios e pontuações máximas. Se juntarmos o modo online ao barulho, temos diversão para muito tempo.

https://i.imgur.com/OPwiuJg.png

OlliOlli World é uma sequela fantástica e faz tudo muito bem, desde facilitar a entrada a novos jogadores à série, sem comprometer as suas mecânicas, aumentar a dificuldade e desafios para os antigos fãs, renovar totalmente o seu visual e de forma fantástica, é impossível qualquer fã da série ficar indiferente, muito menos quando temos aqui um título que expande e aproveita a nova ressurreição do género de jogos de skate. OlliOlli World é um possível novo candidato à lista de jogos relaxantes, caso assim o entendam, ou um título obrigatório para fãs de jogos de skate, incorporando muito bem aquela tensão de criar combos cada vez maiores, a verdade é que é um excelente título e mostra como aproveitar o feedback dos fãs e tornar o jogo ainda melhor.

█ F.S.

Análise – OlliOlli World

OLLIOLLI WORLD está disponível para Nintendo Switch, PlayStation®4|5, Xbox One e Xbox Series S|X, e no PC via STEAM®. Para mais informações, visita o website oficial.

OlliOlli foi um jogo que apanhou muita gente de surpresa, eu incluído. Um conceito muito simples de jogo sobre skates, que tanto funciona para pessoas relaxadas como mais competitivas. Tem uma fasquia baixa de entrada, mas uma fasquia muito alta de dominar completamente, que é basicamente sempre foi o charme…

OlliOlli World (PlayStation 5)

Jogabilidade - 95%
Gráficos - 90%
Som / Banda Sonora - 92%
Longevidade - 90%

92%

Excelente

User Rating: Be the first one !
Filipe Silva
Aborrece-me:

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Vídeo em destaque

30 minutos de Jogabilidade

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos