Menu

Análise – Dakar Desert Rally (PS5)

Dakar Desert Rally é produto nacional, vindo diretamente da Saber Porto para as nossas consolas e computadores. O estúdio, localizado na cidade de Vila Nova de Gaia, trabalha agora também num DLC para este título, bem como títulos não anunciados e ainda o tão aguardado Star Wars Knights of the Old Republic Remake, detalhes que nos foram revelados numa entrevista a Paulo Gomes, CEO do estúdio. Sendo este o primeiro projeto da Saber Porto, terá o estúdio conseguido superar este desafio?

Modos de jogo

Dakar Desert Rally apresenta-nos dois modos principais de jogo. No Modo Carreira, podemos competir em diversos ralis, cada um deles dividido por etapas, ou seja, está dentro do mesmo modelo que os jogos de rali tipicamente estão inseridos. Estes ralis podem ser jogados em 3 dificuldades: Sport, Professional ou Simulation. Além do Modo Carreira temos ainda o Modo Livre. Aqui podemos fazer partidas casuais online e offline.

Variedade de veículos

Claro que um jogo de rali precisa de veículos. Temos a possibilidade de escolher jogar com carros, motos, camiões, moto-quatro ou até SXS. Dentro de cada tipo de veículo podemos selecionar diversos modelos que estiveram presentes nas edições de 2020, 2021 e 2022 deste clássico rali, da vida real. Cada veículo está associado a uma marca, equipa e condutores da vida real também. Não temos logo de partida todos os veículos disponíveis. Vamos ter de ir desbloqueando, conforme tivermos pontos suficientes para os comprarmos. Para compararmos as especificações de cada veículo, temos um pequeno quadro de estatísticas que nos dá uma pontuação de zero a dez, nas categorias de pontuação de equipa, velocidade, aceleração, manuseamento e durabilidade.

Jogabilidade

A jogabilidade de Dakar Desert Rally, consegue cumprir os requisitos necessários para um jogo de rali. Tem pontos bastante positivos que ajudam o jogador, mas por outro lado tem também pontos que conseguem prejudicar a experiência de jogo.

Falando da estrutura das corridas. Temos um espaço aberto gigantesco que podemos usar em nosso favor. Apesar disso, nestas corridas é-nos sempre recomendado, e até relembrado pelo co-piloto, a seguirmos as marcas de pneus definidas na areia para podermos chegar aos waypoints. Os waypoints são de facto algo foi aplicado de forma a facilitar muito a vida do jogador. Se um jogador estiver a meio de uma etapa de um rali e tiver de sair, vai poder continuar sempre do seu último waypoint, isto porque o jogo grava o nosso progresso em cada waypoint. Claro que não é apenas esse o motivo de existirem esses waypoints. É necessário passarmos por eles para podermos concluir a corrida e também podemos utilizá-los como reposição do veículo caso o nosso carro se tenha desviado completamente da rota. As instruções do co-piloto, pelo menos no modo sport, são sempre bastante úteis e assistidas com pistas visuais, como por exemplo setas que surgem no chão logo a seguir a uma instrução de curva apertada ou de um waypoint, para nos ajudar a guiar para o caminho correto, sendo assim difícil de nos perdermos. Mas claro, que fazer certas coisas como ter de repor o veículo na pista, fazer pequenas reparações ou ter deixado escapar waypoints, vai afetar a nossa pontuação e tempo final da corrida. O que significa que chegar em primeiro nem sempre significa ganhar, sendo que esta realidade também se aplica no sentido inverso. Ou seja, se chegarmos em primeiro à meta, mas tivermos penalizações de tempo por termos reposto o carro na pista ou por termos feito reparações, vamos descer na tabela classificativa devido a essas penalizações e a vitória não será atribuída a nós.

Como referido, Dakar Desert Rally tem também pontos que prejudicam a experiência do jogador. Um desses principais pontos é a agressividade da inteligência artificial dos adversários. Claro que este ponto já foi ligeiramente melhorado com um update, mas o que é certo é que por vezes podemos estar a conseguir fazer um percurso limpo e quase perfeito e, de repente, sem qualquer motivo, somos abalroados por um carro adversário, capotamos e lá se vai todo o esforço para conseguir chegar até ali. Isto poderia ser tido mais em conta, pelo facto de que não faz assim tanto sentido todos aqueles abalroamentos aleatórios que sofremos durante as corridas. O facto de não podermos escolher a dificuldade da inteligência artificial também não facilita a experiência em algumas situações, principalmente quando em pontos mais iniciais do jogo, temos adversários com veículos mais velozes que os nossos, que não podemos desbloquear ainda por não termos créditos suficientes para tal, criando assim desequilíbrio.

Por fim, um último ponto que considerei mais negativo na jogabilidade foi a falta de reação dos controlos, ou até delay, em algumas partes do jogo. Vermos o nosso carro a ficar completamente descontrolado sem motivo aparente nenhum, não é incomum em Dakar Desert Rally. A forma como por vezes o veículo demora a reagir ou a forma exagerada como reage a algum input no comando, afetam a nossa condução, e por vezes o carro descontrola-se por completo porque começou a virar demasiado numa direção, apesar de não termos pedido tal situação. Não só isso acontece devido aos inputs, como também a forma como o carro por vezes reage com elementos externos como o cenário ou outros adversários, mas é menos comum de acontecer devido a estes últimos pontos. Claro que o problema dos inputs pode ser amenizado com a calibração do veículo antes das corridas, mas nunca corrigido totalmente.

Por falar na calibração do veículo, esse é um dos pontos que podemos trabalhar na preparação para uma etapa ou rali novo. Nesta calibração podemos adaptar definições dos pneus como a convergência das rodas, o ângulo de cambagem, o ângulo de direção e a pressão dos pneus, definições de suspensão como a rigidez, a barra estabilizadora e a altura do carro, definições de condução como o diferencial dianteira/traseira, e ainda podemos calibrar os nossos travões. Tudo isso vai afetar a forma como o carro reage e atua consoante os nossos inputs, facilitando a nossa experiência de jogo. Outra opção que temos disponível antes das corridas é a manutenção do veículo. Aqui podemos fazer uma reparação total do veículo, reparação geral de uma categoria, ou seja, carroçaria, mecânica, rodas ou suspensão, ou então reparar partes específicas dentro de cada categoria de forma isolada, como por exemplo reparar apenas a embraiagem ou o escape dentro da categoria de mecânica.

O roadbook é também importante consultar, pois este disponibiliza-nos as indicações dos waypoints e um mapa guia dos obstáculos e do caminho que temos de percorrer. Esta funcionalidade é absolutamente indispensável nas dificuldades profissional e simulação.

Visuais e gráficos

Em termos visuais, os cenários estão todos muito bonitos e bem trabalhados. Os detalhes do ambiente e a forma como carros reagem com esses detalhes, como água, grãos de areia, pedras e folhagem, estão também muito bem definidos e bem conseguidos. A água por exemplo está bastante superior à que esteve presente noutros títulos de rali lançados este ano, pois a forma como esta reage à passagem dos veículos e as gotas de água que caem na câmara são bastante realistas e bem definidos.

Som

Algo muito positivo em Dakar Desert Rally é a banda sonora. Durante os ralis temos sempre música cheia de energia e que entusiasma o jogador durante cada corrida, o que é um ponto bastante importante e por vezes ignorado neste estilo de jogo. Além da música, o próprio trabalho de áudio design está muito bem conseguido, tanto no que toca aos sons dos carros, como dos embates e interações com elementos do ambiente.

Performance

Em termos de performance Dakar Desert Rally tem alguns problemas que não podem ser ignorados. Durante as cutscenes é bastante notável os engasgos, pois encrava constantemente durante as mesmas. Quando estamos nas corridas, deparamo-nos com uma framerate instável, que por vezes consegue prejudicar a nossa jogabilidade. Claro que há espaço para melhorar com updates, mas tendo em conta que depois de alguns updates o problema persiste, deveria ser tido mais em conta e priorizado este aspeto nos próximos trabalhos de atualização do jogo.

Veredicto

Dakar Desert Rally é uma das provas de que aquilo que é nacional é bom, sendo que é um jogo de rali bastante competente, que consegue ainda equilibrar o nível de diversão, com o de desafio e de realismo, trabalho que nem sempre é fácil para um jogo oficial de uma competição. Apesar de ser um jogo que trouxe pontos bastante positivos e uma jogabilidade bem mais acessível que muitos outros títulos, os problemas apresentados prejudicam a jogabilidade daqueles que decidem abraçar este título, e acabam por não o deixar brilhar como poderia.

Dakar Desert Rally está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5Xbox One, Xbox Series X/S e PC, através da Steam e da Epic Games Store. Para mais informações visita o website oficial.

Dakar Desert Rally é produto nacional, vindo diretamente da Saber Porto para as nossas consolas e computadores. O estúdio, localizado na cidade de Vila Nova de Gaia, trabalha agora também num DLC para este título, bem como títulos não anunciados e ainda o tão aguardado Star Wars Knights of the…

Dakar Desert Rally (PS5)

Jogabilidade - 80%
Gráficos - 87%
Som/Banda Sonora - 91%
Longevidade - 83%
Performance - 62%

81%

Bom

Dakar Desert Rally é uma das provas de que aquilo que é nacional é bom, sendo que é um jogo de rali bastante competente, que consegue ainda equilibrar o nível de diversão, com o de desafio e de realismo, trabalho que nem sempre é fácil para um jogo oficial de uma competição. Apesar de ser um jogo que trouxe pontos bastante positivos e uma jogabilidade bem mais acessível que muitos outros títulos, os problemas apresentados prejudicam a jogabilidade daqueles que decidem abraçar este título, e acabam por não o deixar brilhar como poderia.

User Rating: Be the first one !
Nicole Concha

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Vídeo em destaque

30 minutos de Jogabilidade

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos