Menu

Análise – Luigi’s Mansion 3

Apesar do ano de Luigi ter sido há seis anos, existe um cuidado e amor pela personagem, e Luigi’s Mansion 3 mostra isso mesmo. Neste novo título, podemos jogar com Luigi e explorar uma nova mansão. Hotel, vá. Com a ajuda no nosso fiel companheiro Polterpup.

Apesar do nome do jogo ser Luigi’s Mansion, a trama desta vez acontece num hotel luxuoso, tal como foi referido anteriormente, mas dá a sensação que algo não está totalmente bem. Não querendo estragar a festa a ninguém, a história é simples e bastante competente. Não impressiona, mas também não estraga nada, por isso é ideal para este tipo de jogo. Basicamente, alguém atrai os suspeitos do costume (Luigi, Mario, Princesa Peach e um grupo de Toads) para passarem umas férias inesquecíveis. E são realmente isso mesmo, inesquecíveis.

Sendo um hotel, cada andar representa um nível, onde vamos encontrar as mais variadas situações e locais interessantes. Uns totalmente originais, outros nem por isso, podendo até prever o que irá acontecer. Temos também alguns momentos em que o jogo tenta ser assustador, mas sempre de forma contida, nunca chegando a uma tentativa de jumpscares a cada instante. Sendo um jogo proveniente da Nintendo, o interesse de levar o jogo a todas as idades faz com que os sustos sejam sempre num ambiente minimamente amigável, e nunca levados ao extremo. Por isso, se têm crianças interessadas no jogo, desde que tenham sete anos, podem estar descansados.

O jogo visualmente está espectacular, com um visual de fazer inveja a muitos jogos e lembrando filmes de animação, com a sua qualidade gráfica. Sendo um jogo contido e sempre dividido por secções, torna-se relativamente fácil tornar este jogo bonito, mas a Nintendo não se deixou ficar pelo bonito, e subiu um degrau extra. O jogo tem também uma melhor cinematografia, em que é dada importância a vários pontos chave da história e o desenrolar da mesma. Aqui conseguimos ver, possivelmente, um novo lado da Nintendo, em tentar começar a dar mais atenção a pequenos pormenores visuais e como são apresentados. Fiquei bastante agradado com o facto do jogo ter um visual tão bom, mesmo em modo portátil.

Como já é costume, a banda sonora é magnífica, e com o tema de fundo sobre fantasmas, encapsulado com o Halloween, torna toda a aventura ainda mais cativante. Mesmo nos temas das personagens que bem conhecemos, existe sempre um toque especial nos seus temas associados. E alguns, até se parecem…com a concorrência nos anos 90?? Sei que pode parecer esquisito, mas alguns temas lembram tanto outras consolas…Poderá ser só impressão minha. O sound design também está muito bom, principalmente em certas partes do jogo, onde teremos que prestar atenção a certos sons e resolver puzzles, ou encontrar fantasmas escondidos.

Temos a introdução de Gooigi, o nosso novo “parceiro”, que nos ajuda nos puzzles colocados nos locais mais “exóticos” do mapa. Sejam grades, sejam esgotos, desde que não haja água por perto, Gooigi consegue chegar aos mesmo sítios que Luigi, e por vezes podem até juntar forças e derrotar um inimigo. Ou simplesmente, tirar um grande obstáculo da frente. Mas, algumas escolhas de botões não foram totalmente pensadas, em modo portátil pelo menos. E que, apesar de haver maneira de contornar esses problemas, ao aprofundarmos o tempo despendido no jogo, vemos que ao contornar os problemas apenas estamos a “varrer o pó para debaixo do tapete”. A jogabilidade não é má, de todo, mas existem pequenos pormenores que podiam ter sido mais refinados e/ou repensados, e que acabam por incomodar ao longo do tempo. Temos também vertentes multi-jogador, que tornam um jogo por si bom, ainda melhor, levando-nos ao último ponto.

O jogo tem uma boa longevidade de jogo, temos vários andares que podemos explorar, mas que mais parecem mapas separados do que propriamente um hotel normal, o que é bastante interessante e diversifica muito os locais por onde exploramos, quase como os níveis de Crash Bandicoot, onde vemos vários tipos de níveis tão diferentes uns dos outros, que parecem jogos separados. Assim, diversificando e subvertendo as expectativas dos jogadores. Associando isso aos modos online, este jogo tem muito para oferecer.

A série Luigi’s Mansion é daquelas apostas da Nintendo que sempre fui atrás. Quem me conhece, sabe que prefiro os jogos 3D da Nintendo, pois tentam sempre inovar em algo diferente, como podemos ver com Super Mario 64, Super Mario Sunshine e Super Mario Galaxy, onde as mecânicas de jogo são totalmente novas e diferentes. E Luigi’s Mansion segue a mesma linha de pensamento, tentar colocar a personagem numa situação diferente do habitual. E Luigi’s Mansion 3 é mais do que a soma de todas as suas partes, mesmo com falhas, tornando-se um título obrigatório para a Nintendo Switch.

 

█ F.S.

Análise – Luigi’s Mansion 3

LUIGI’S MANSION 3 está disponível para a Nintendo Switch. Para mais informações, visita o website oaficial.

Apesar do ano de Luigi ter sido há seis anos, existe um cuidado e amor pela personagem, e Luigi's Mansion 3 mostra isso mesmo. Neste novo título, podemos jogar com Luigi e explorar uma nova mansão. Hotel, vá. Com a ajuda no nosso fiel companheiro Polterpup. https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=cRUZ6rZOvgE&feature=emb_title Apesar do nome do…

Luigi's Mansion 3

Jogabilidade - 70%
Gráficos - 95%
Som/Banda Sonora - 90%
Longevidade - 90%

86%

Muito Bom

A série Luigi's Mansion é daquelas apostas da Nintendo que sempre fui atrás. Pprefiro os jogos 3D da Nintendo, pois tentam sempre inovar em algo diferente, e onde as mecânicas de jogo são totalmente novas e diferentes. E Luigi's Mansion segue a mesma linha de pensamento, tentar colocar a personagem numa situação diferente do habitual. E Luigi's Mansion 3 é mais do que a soma de todas as suas partes, mesmo com falhas, tornando-se um título obrigatório para a Nintendo Switch.

User Rating: Be the first one !
Aborrece-me:

Filipe Silva

Viciado em jogos de stealth, luta, beat'em ups e hack 'n slashes, mas um jogo com uma boa história e arte gráfica, é sempre bem vindo. E detesto MGS4.
Filipe Silva
Aborrece-me:

One comment

1 Pings/Trackbacks for "Análise – Luigi’s Mansion 3"
  1. […] pequeno pavilhão com efeitos de luzes que proporcionava o ambiente ideal para experimentar o jogo Luigi’s Mansion. Os jogos Pokémon Sword e Shield foram os mais procurados pelos visitantes do […]

Deixe uma resposta

Recebe todas as novidades do mundo gaming diretamente no teu E-mail

Junta-te a nós no facebook

Segue-nos no Instagram

  • Conta-nos tudo! 🎁

#Gaming #Geek #Games #Xmas #Christmas #Natal #Gifts #Videojogos #Playstation #Nintendo

Vídeo em destaque

Próximos Lançamentos