Menu

Antevisão – Mortal Kombat 11

Durante 4 dias, decorreu a beta fechada de Mortal Kombat 11. Neste período foi possível experimentar os novos sistemas de jogabilidade e modos disponíveis na beta. Não houve qualquer tipo de introdução nem tutorial nesta versão da beta, pelo que quem nunca jogou Mortal Kombat, poderá ter ficado um pouco perdido. Mas, como já faz parte dos jogos de luta, temos sempre a lista de movimentos que podemos consultar no menu de pausa. Podemos, no entanto, jogar o modo Tower Of Time, onde temos as já bem conhecidas torres que a série nos habituou e podemos jogar offline, sem termos de nos preocupar com os inimigos e aprender a jogar de forma mais relaxada.

Apesar de não ter jogado o título anterior, reparei que a dinâmica do jogo mudou bastante. Agora podemos personalizar qualquer personagem do elenco, desde a roupa e armas, passando pelas intros e outros de cada combate, até aos ataques e estilo disponíveis. É um passo em grande para a saga, visto que a última vez que houve personalizações na série, a coisa não correu assim tão bem, pelo menos na minha opinião. Mas ao contrário de Mortal Kombat: Armageddon, apenas podemos personalizar as personagens principais do elenco, e não uma personagem criada pelo utilizador, e apenas podemos configurar os ataques, dentro dos estilos de cada personagem, evitando assim que um Scorpion tenha ataques de um Sub-Zero, e vice-versa.

Os visuais continuam ser um ponto forte da série, ainda que as animações sejam um pouco rígidas, em comparação com outros jogos de luta. Mesmo comparando com jogos antigos, o jogo apenas ganha (alguma) velocidade durante as combos, e mesmo assim as animações pecam um pouco. E quem diz Mortal Kombat, pode muito bem dizer Injustice, que acaba por herdar o mesmo problema.

Em termos de jogos online, foi relativamente fácil combater. E agora que podemos ver quem está a usar Wi-Fi ou LAN, podemos facilmente escolher contra quem queremos combater e evitar grandes problemas de conexão. Nos combates que tive, todo o jogo decorreu sem problemas, pelo que MK11 deverá ter uma componente online muito forte. No que toca a conteúdo single player, a série já é bem conhecida por ter sempre bastante conteúdo, e este título promete o mesmo, com o menu Konquer e os seus modos de jogo.

Para quem gostou de Mortal Kombat X (e/ou XL), provavelmente deverá gostar bastante de MK11, ainda que apenas tenha sido uma pequena experiência. O jogo chega no fim deste mês ao mercado e promete ser a nova cara da série, com a sua história completamente original e algumas personagens novas na série.

█ F.S.

 

MORTAL KOMBAT 11 estará disponível para a Nintendo Switch, PlayStation®4, Xbox One, e na STEAM® para o PC a 23 de Abril de 2019. Para mais informações, visita o site oficial.

Esta análise foi realizada através de uma cópia cedida pelo representante nacional de relações públicas Upload Distribution
Filipe Silva
Aborrece-me:
Latest posts by Filipe Silva (see all)

Sem Comentários

Deixe um comentário

Segue-nos no Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Junta-te a nós no facebook

Vídeo em destaque

30 minutos de Jogabilidade

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos