Menu

ANÁLISE – Iron Man VR

Todos nós em alguma altura das nossas vidas já sonhámos ou sentimos vontade de ser um super-herói ou de ter super poderes. Podermos usar os nossos poderes para salvar o mundo e combater os criminosos, até aos dias de hoje era algo impossível de alcançar para nós comuns mortais. Mas com a chegada do Iron Man VR podemos sentir na pele o que é ser-se um verdadeiro super-herói.

Neste incrível título da PlayStation VR nós entramos no papel de Tony Stark, numa história com dupla camada, onde alternamos entre as batalhas frenéticas vestidos com a armadura de Iron Man e a história de Tony Stark e os conflitos provocados por todo o passado do bilionário mais adorado da Marvel.

Primeiro contacto

A nossa aventura começa no tutorial inicial, onde nos são aprensentados os controlos num pequeno percurso de inimigos e obstáculos para podermos aprender a manusear o nosso fato e toda a sua artilharia através dos comandos PlayStation Move. A sensação de levantar voo pela primeira vez quando apontamos os nossos propulsores é inexplicavelmente satisfatória.

O facto do sistema de movimento com os propulsores ser completamente controlado pela posição das nossas mãos dá uma maior sensação de imersão no jogo e torna-se muito intuitivo ao fim de algum tempo a praticar, apesar de que nem sempre este sistema seja perfeito.

Hora da acção

A maior parte das nossas missões enquanto homem de ferro passam por combates onde temos de destruir hordas de drones, utilizando para atacar os mesmos propulsores que utilizamos para rasgar os céus. Por vezes encontrar o balanço entre ficarmos parados no mesmo lugar para podermos disparar lasers ou foguetes com as duas mãos e o termos de voar e esquivar, torna-se uma tarefa frustrante principalmente se juntarmos à equação a rotação da câmara, que tem de ser executada com botões e apenas nos permite rodar em 45 ou 180 graus.
Mas nem tudo é esmurrar robôs e dissecar drones, a gameplay do jogo leva-nos a momentos em que temos que ir para a área destacada e fazer as ações que nos são explicadas no ecrã, como por exemplo endireitar a asa de um avião em pleno voo.

Apesar de divertidas estas missões acabam por se tornar bastante repetitivas, temos que enfrentar quase sempre os mesmos tipos de inimigos e a variedade dos cenários não é muito significativa.
Entre missões e diálogos o tempos de carregamento são muitas vezes longos demais, quebrando parte do ritmo de jogo.

No fim de cada missão temos um sistema de ranking, onde nos podem ser atribuídas até 5 estrelas pelo nosso desempenho. Consoante o nosso ranking recebemos pontos de pesquisa, que podemos utilizar para fazermos diversos upgrades à nossa armadura, como armas novas ou aumento da capacidade de munição.
Ao longo do jogo vamos também desbloqueando novos fatos se cumprirmos determinados objetivos, sendo que cada fato tem uma característica diferente que nos ajuda durante a gameplay.

A narrativa

As consequências das ramificações do passado de Tony na indústria das armas são o foco da narrativa que dura entre 7 a 8 horas, onde temos como principal inimigo o vilão Ghost. A presença de personagens conhecidas do público como Pepper e Nick Fury, é contrastada com a apresentação de novas caras, como Gunsmith, o assistente virtual de Tony, e o próprio antagonista Ghost. Apesar de nos oferecer bastante entretenimento e ser intrigante, a história por vezes torna-se um pouco previsível, o que acaba por deixar um sabor agridoce.

Na maioria das vezes que temos diálogos da história não nos podemos mover, apenas olhar em volta e escutar a conversa. Esta forma de contar a história poderia ser mais cativante em certos aspetos e possibilidade de explorar um pouco as zonas durantes estas conversas teria sido uma feature interessante de aplicar.

Análise por Nicole Concha
Chave cedida pela Playstation Portugal

Todos nós em alguma altura das nossas vidas já sonhámos ou sentimos vontade de ser um super-herói ou de ter super poderes. Podermos usar os nossos poderes para salvar o mundo e combater os criminosos, até aos dias de hoje era algo impossível de alcançar para nós comuns mortais. Mas…
Jogabilidade - 77%
Gráficos - 73%
Som - 76%
Longevidade - 70%

74%

Em geral o Iron Man VR é um título que nos oferece horas de diversão e entretenimento garantidos, com uma gameplay viciante e enredo intrigante. Iron Man VR torna-se um título indispensável para os fãs do herói da Marvel e uma excelente escolha para todos os que possuem o PlayStation VR.

User Rating: 4.55 ( 1 votes)
Francisco Xavier
Latest posts by Francisco Xavier (see all)

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Vídeo em destaque

Próximos Lançamentos