Menu

Retroanálise – Ice Climber

Mais um clássico dos anos 80.

Ao contrário da maioria dos jogos da era 8bit, a personagem deste jogo (Popo) não tem o objetivo de salvar uma princesa.

Popo fará de tudo para subir montanhas apenas com o seu martelo. Deverá a todo o custo recuperar os tão especiais vegetais que o condor roubou.

Ice Climber foi lançado em 1984 para a consola de sucesso da época: NES.

A Nana e o Popo são dois jovens que fazem escalada e decidem fazer um pouco de dinheiro. Ouviram falar de uma lenda sobre vegetais valiosos que se encontravam nas montanhas e decidiram partir para a aventura.

O jogo tem o modo a solo ou multiplayer, sendo que neste último o player dois joga com a Nana.

Pelo caminho é necessário partir diversos blocos e enfrentar vários inimigos. O objetivo é chegar ao topo onde se encontra o condor ladrão. Como inimigos temos os yetis, que repõem os blocos que o jogador parte, bloqueando a passagem, (inimigo mais frequente) ; os pássaros que voam em várias direções; os ursos polares que raramente aparecem e os próprios picos de neve que caem, provocando danos.

No topo, parte final de cada nível, chegamos ao nível bónus, onde a gravidade é diferente e a jogabilidade muito mais dificil.

No total há 32 montanhas, mas este é o tipo de jogo que repete vezes sem fim.

Curiosidade: Na Europa e América os inimigos são yetis, mas originalmente na versão do Japão eram focas. Tal mudança deve-se ao facto do receio da má receção do público ao tema “matar focas”.

Popo e Nana são ainda personagens jogáveis de Super Smash Bros. Melee.

Recomendo vivamente o jogo!

Maria Pinto

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Vídeo em destaque

30 minutos de Jogabilidade

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos