Menu

Análise – What Comes After

Eu nunca fui grande fã de visual novels. Apesar de dar imenso valor à narrativa de um jogo, para conseguir disfrutar do meu tempo em frente ao ecrã a jogabilidade tem de ser no mínimo cativante e por essa mesma razão, fiquei na dúvida se seria a pessoa indicada para analisar What Comes After.

Uma coisa é certa…  Ainda bem que aceitei o desafio!

Em What Comes After assumimos o papel de Vivi, uma rapariga que se deixa levar facilmente pela ansiedade e por uma série de pensamentos ruminantes. ”Será que isto que eu disse soou bem? O que irão os outros pensar desta minha atitude?” Estas são algumas das perguntas que passam pela cabeça da nossa personagem enquanto esta se encontra no comboio a caminho de casa. A verdade é que é fácil identificarmo-nos com este tipo de questões. Todos nós já perdemos algum tempo a pensar no passado, como também no futuro. Um futuro desconhecido onde as suposições, as dúvidas e as crenças negativas se fazem presentes. A pergunta que os criadores de Coffee Talk e Rage in Peace pretendem responder ao longo desta aventura gráfica é: Será que vale a pena perdermos tanto tempo com este tipo de dilemas que muitas das vezes estão fora do nosso controlo?

A certa altura Vivi adormece e acorda num comboio com um destino completamente diferente: The Afterlife. É durante esta viagem que a personagem tem a oportunidade de conhecer alguns “fantasmas” e acaba por aprender valiosas lições sobre a vida e a morte através de várias conversas recheadas de filosofia e alguma comédia. O jogo não nos dá a possibilidade de escolhermos as nossas respostas, mas em altura alguma senti a necessidade ou vontade de dar um rumo diferente à conversa que estava a ter. De notar que nem todos os fantasmas são humanos. Ao longo do jogo temos a possibilidade de conversar com vários animais e plantas que também têm histórias de vida e ensinamentos para partilhar.

A arte de What comes After é bastante simples e de certa forma lembra-me as flash animations dos anos 2000, com animações básicas e sprites coloridos. O jogo conta também com algumas cutscenes nos momentos mais marcantes. A nível de som não há muito que se possa dizer visto que a maior parte do tempo ouvimos apenas o comboio em movimento. Em certas ocasiões o silêncio é quebrado por uma banda sonora que apesar de não ser extraordinariamente marcante, encaixa no mood e ajuda a trazer as emoções à flor da pele.

Eu demorei cerca de uma hora e meia a terminar o jogo. Este é um daqueles casos em que os developers optaram por proporcionar uma experiência simples, mas marcante. A adição de mais personagens e diálogo poderia arruinar a experiência tendo em conta a sua jogabilidade elementar.

De vez em quando vale a pena arriscar, sair da zona de conforto e experimentar um jogo diferente. What Comes After foi uma experiência muito positiva (uma espécie de ida ao psicólogo, mas melhor) e serviu para lembrar-me de que por vezes focamo-nos tanto nos problemas (que muitas vezes nem problemas são), que esquecemo-nos de viver. Citando um dos meus cineastas favoritos:

“Agora é a inveja dos mortos… Tu estás vivo e a viver Agora.”

Don Hertzfeldt – “World of Tomorrow”

 

What Comes After estará disponível na eShop a partir do dia 1 Abril pelo valor de 6,99€. Se é caro tendo em conta o tipo de jogo que é? Talvez. Se vale a pena o investimento? Sem sombra de dúvida.

Eu nunca fui grande fã de visual novels. Apesar de dar imenso valor à narrativa de um jogo, para conseguir disfrutar do meu tempo em frente ao ecrã a jogabilidade tem de ser no mínimo cativante e por essa mesma razão, fiquei na dúvida se seria a pessoa indicada para…
Jogabilidade - 80%
Gráficos - 80%
Som / Banda Sonora - 75%
Longevidade - 90%

81%

Mais do que um jogo, What Comes After é uma experiência introspectiva que permite ao utilizador olhar para a vida e para aqueles que o rodeiam de uma forma diferente. Recomendo vivamente!

User Rating: 4.7 ( 1 votes)
Francisco Xavier
Latest posts by Francisco Xavier (see all)

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Junta-te a nós no facebook

Segue-nos no Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

Log in as an administrator and view the Instagram Feed settings page for more details.

Vídeo em destaque

MOSH BITAITES

Próximos Lançamentos